Impulso do empreendedorismo jovem brasileiro no mundo

Mais do que fortalecer sua representatividade interna, o Brasil precisa ser reconhecido como potência socioeconômica que é, também, além de nossas fronteiras. Para isso, o papel da Confederação Nacional de Jovens Empresários (Conaje) se faz presente em missões ao exterior, como forma de estreitar laços, criar oportunidades e, ainda, fomentar o empreendedorismo em níveis internacionais.

O intercâmbio de ideias, projetos, ações e experiências ocorre por vários cantos do mundo, com movimentos jovens empresariais internacionais, sobretudo no Bloco Mercosul, na Federação Iberoamericana de Jovens Empresários (Fije), e na Aliança dos Jovens Empreendedores do G20 (G20 Young Entrepreneurs’ Alliance).

A Conaje, por meio da sua participação em entidades internacionais, sempre procura trazer novas oportunidades de conhecimento e de novos negócios para os jovens empreendedores brasileiros. Nesse sentido, tem participado de eventos e missões internacionais, dentre eles da Assembleia de Líderes G20 YEA.

Em 2019, o evento aconteceu em Fukuoka no Japão e reuniu as jovens lideranças empreendedoras mais engajadas dos países mais fortes economicamente do mundo. É uma tentativa clara de promover a importância das ações dos principais atores de transformação da realidade econômica e social dos países participantes.

Mudar o cenário e impactar vidas é o principal papel de um empreendedor, que tendem a agir assim desde jovens. A força de seu trabalho e de suas ações, produzindo e oferecendo perspectivas de empregos e rendas para milhares de famílias é fundamental para o futuro de cada país.