Impulso do empreendedorismo jovem brasileiro no mundo

Fije

5ª edição do Congresso Ibero-Americano de Jovens Empresários (CIJE)

Mais do que fortalecer sua representatividade interna, o Brasil precisa ser reconhecido como potência socioeconômica que é, também, além de nossas fronteiras. Para isso, o papel da Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje) se faz presente em missões ao exterior, como forma de estreitar laços, criar oportunidades e, ainda, fomentar o empreendedorismo em níveis internacionais.

O intercâmbio de ideias, projetos, ações e experiências ocorre por vários cantos do mundo, com movimentos jovens empresariais internacionais, sobretudo no Bloco Mercosul, na Federação Iberoamericana de Jovens Empresários (Fije), no BRICS, nos países lusófonos na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e na Aliança dos Jovens Empreendedores do G20 (G20 Young Entrepreneurs’ Alliance).

Exercendo seu papel de liderança como instituição que representa o empresariado jovem brasileiro no cenário internacional, a Conaje esteve presente em países como Rússia, Estados Unidos, Portugal, Angola, Argentina, Espanha, Austrália, Paraguai, Alemanha, Grécia, Cabo Verde, entre outros.

Parcerias estratégicas

Citando apenas algumas parcerias, a Diretoria de Assuntos Internacionais busca aproximar a Conaje de alguns parceiros estratégicos como Grupo BRICS da CNI, MDIC Estudos Internacionais de Empreendedorismo, Ministério de Relações Exteriores, APEX, Barcelona Media, WSYA, Network Foundation, Alexander Von Humbolt Foundation, Australian Institute of International Affairs, Abdul-Aziz International Prize for Entrepreneurs, B20, Aiesec, Conexão Lusófonoa, CPLP, Câmara de Comércio Exterior de Campinas, Latin America Private Equity, Núcleo Nacional e Internacional Rotarianos e Negócios etc.